Perguntas & Respostas

Dúvidas mais frequentes sobre o SAMU 192

 

O que é o SAMU?

O SAMU 192 faz parte da Política Nacional de Urgências e Emergências e ajuda a organizar o atendimento na rede pública prestando socorro à população em casos de EMERGÊNCIA. Com o SAMU 192, os 7 (sete) Municípios do Litoral do Paraná vem reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce. O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde: médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem socorristas que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população.

 

Como funciona o atendimento?

O SAMU realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, contando com as Centrais de Regulação, que no caso do Litoral do Paraná essa central reguladora funciona no município de Paranaguá, por isso que quando o usuário solicita o serviço do SAMU 192 quem atende é o SAMU Litoral.

 

O que são as Centrais de Regulação?

As Centrais de Regulação tem um papel indispensável para o resultado positivo do atendimento; sendo o socorro feito depois de chamada gratuita, para o telefone 192. A ligação é atendida por técnicos que identificam a emergência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada sobre as primeiras ações, por isso que são feitos alguns questionamentos sobre a ocorrência. Esse mesmo médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um posto de saúde; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com técnicos de enfermagem, enfermeiros e condutores para o atendimento no local, ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma UTI Móvel com condutor, médico e enfermeiro, como dito anteriormente, é onde se localiza nossa Central do SAMU do Litoral do Paraná. O médico regulador comunica a urgência ou a emergência aos hospitais públicos e, dessa maneira, reserva leitos para que o atendimento de urgência tenha continuidade. Sendo assim quando o paciente é transferido para outro município, como exemplo, Curitiba, ele já vai com vaga garantida em qualquer hospital, por isso, há algumas vezes um custo de minutos para que se obtenha a vaga deste usuário.

 

Quando chamar o SAMU?

Disque 192 nos casos de:

* Na ocorrência de problemas cardiorrespiratórios (dor no peito)

* Em casos de Intoxicação exógena

* Em caso de queimaduras graves

* Na ocorrência de maus tratos

* Em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto

* Em casos de tentativas de suicídio

* Em crises hipertensivas

* Quando houver acidentes/traumas com vítimas

* Em casos de afogamentos

* Em casos de choque elétrico

* Em acidentes com produtos perigosos

* Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte.